SHARE


Quando foi prefeito de São Paulo, entre 1983 e 1985, meu pai foi criador de uma série de realizações que são lembradas até hoje pela população, como é o caso dos mutirões de recuperação de guias e calçadas.

A ação, que contava com a participação do próprio e dos moradores dos bairros, foi fundamental para que a infraestrutura e serviços públicos chegassem aos bairros. Asfalto, iluminação pública, escolas, coleta de lixo, entre outros, foram consequências dos mutirões que ajudaram a transformar essas regiões em locais dignos de se viver.

Mesmo com todo o ganho para a cidade promovido pelo programa nos anos 1980, os mutirões foram deixados de lado pelas administrações seguintes. Assim foi até janeiro desse ano quando o prefeito João Doria os trouxe de volta no Programa Mutirão Mario Covas – Calçada Nova.

Com o objetivo principal de promover, junto à população, a recuperação dos passeios públicos da cidade por meio de limpeza, corte de mato, conservação e recuperação do pavimento e instalação de guias rebaixadas, o programa teve nos cem primeiros dias de gestão quatorze edições. Essas são realizadas a partir dos bairros mais afastados em direção ao centro e contabilizam mais de 2km de calçadas revitalizadas.

Na mais recente delas, realizada no domingo, 9 de abril, algumas novidades foram apresentadas: a iniciativa privada colaborou na aquisição de materiais e na qualificação de munícipes para a realização do trabalho junto aos agentes públicos.

O objetivo também foi expandido. Além das calçadas dos equipamentos públicos, também as de responsabilidade dos moradores serão reparadas.

Ao retomar os mutirões e focá-los nas calçadas, a gestão PSDB alia a força destes na história da cidade e busca uma solução para a má qualidade dos passeios públicos, apontada pelo Instituto Paraná Pesquisas em 2015 como a principal queixa dos brasileiros nas cidades onde vivem.

Isso é gestão séria.

O post A volta e o sucesso dos mutirões apareceu primeiro em Vereador Mario Covas Neto.



Fonte

LEAVE A REPLY